Formação Saeb para os agentes da educação no Estado iniciam nesta quinta, 14

logo 2-01

A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc/AM) convida os professores do 5º ano do Ensino Fundamental I e 9º ano do Ensino Fundamental II e 3ª série do Ensino Médio e agentes da educação da rede estadual de ensino para participarem da solenidade de abertura da Formação Continuada da Avaliação em Processo. O desenvolvimento de metodologias didático-pedagógicas e de avaliação da Prova Brasil – Saeb 2017 terá início nesta quinta-feira, 14, das 9h às 12h, na Faculdade Boas Novas, na avenida General Otávio, 1655, Japiim, Zona Sul de Manaus.

A Formação Continuada chegará aos 61 municípios do Estado do Amazonas e capital, visando a preparação para a Avaliação da Educação Básica (Saeb 2017) por meio de exposição teórica e oficinas pedagógicas elaboradas para os professores, gestores, pedagogos e técnicos em educação dos Ensinos Fundamental I e II (5.º e 9.º anos) e Ensino Médio (3.ª série).

A programação começa no dia 14 e vai até o dia 30 de setembro. Os palestrantes da abertura serão a professora da Uerj e Coordenadora de Avaliação e Educação de Matemática Sbem (Sociedade Brasileira de Educação de Matemática), Dr.ª Maria Isabel Ortigão e o Escritor e Conferencista, professor Tenório Telles. A abertura será transmitida pelo Centro de Mídias de Educação do Amazonas Cemeam para todos os municípios do Estado do Amazonas.

O gerente do Ensino Fundamental II, Eriberto Façanha, fala da expectativa da Seduc/AM em relação à preparação dos professores para o Saeb “é uma forma de os professores da rede estadual, que trabalham nos anos finais do Ensino Fundamental I e II e 3ª série do Ensino Médio, especialistas na Língua Portuguesa e Matemática, se prepararem, pois desejamos que os nossos indicadores do Estado aumentem ainda mais em 2017, nessa avalição externa do Saeb.

É pensando no futuro que o gerente aponta outros benefícios que a formação trará aos professores “Em 2018 teremos o Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) que avalia os alunos na faixa etária de 13 à 15 anos. Além disso, proporcionará ao professor uma Formação Continuada em Língua Portuguesa e Matemática para que possa aprimorar a sua metodologia e sua pratica pedagógica em sala de aula com alunos.

A participação das escolas públicas no Saeb é obrigatória, a Seduc já está preparando os professores para as avaliações que acontecem no período de 23 de outubro a 3 de novembro, com testes de Língua Portuguesa e Matemática, com questionários para os estudantes, professores e gestores.

Com carga horária de 40horas, a expetativa da formação é atingir cerca de 4 mil professores da rede estadual para a preparação do Saeb. Na sexta-feira, 14, se dará a abertura com os palestrantes Dra. Maria Izabel Ramalho Ortigão – professora da UERJ e Coordenadora do GT de Avaliação de Matemática da SBEM e o Professor Tenório Telles – Escritor e Conferencista, cuja palestra versará sobre a Competência Leitora dos estudantes da Educação Básica.

As oficinas começam no dia 15 na capital e vai até o dia 22 de setembro na Faculdade Boas Novas para os professores do Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio. A formação no interior começa no dia 25 de setembro e vai até o dia 30 do mesmo mês, nos municípios polos. Em cronograma detalhado abaixo:

 

ITEM DATA HORA LOCAL
Abertura Formação Avaliação em Processo – Fund. I e II e Ensino Médio 14/09 9H CANAÃ
Reunião Pedagógica com os Formadores – 5° ano 14/09 13h CANAÃ
Fund. I – CAPITAL 15/ 18 e19/09 08h às 18h CANAÃ
Reunião Pedagógica com os Formadores – 9° ano e Ensino Médio 19/09 17h CANAÃ
Fund. II e Ensino Médio – CAPITAL 20/ 21 e 22/09 08h às 18h CANAÃ
Fund. I – INTERIOR 25/ 26 e 27/09 08h às 18h INTERIOR
Fund. II e Médio – INTERIOR 28/29 e 30/09 08h às 18h INTERIOR

 

Os professores irão receber, em cada nível de ensino, um Manual de Língua Portuguesa e um de Matemática que fundamentarão a Formação. Neles, além do objeto de conhecimento, terão as Matrizes de Referência com os seus descritores enfatizando aqueles que são, a partir dos resultados do desenvolvimento dos estudantes, considerados críticos no Estado do Amazonas. A Formação foi elaborada tendo como núcleo do processo de ensino aprendizagem o desenvolvimento de habilidades e a aquisição de competências que deverão ser construídos pelos estudantes.