‘Educação empreendedora’: mais de 2 mil alunos da rede pública participaram do projeto, em 2021

Fotos - Douglas Henrique  (2)

O projeto integra o programa Educa + Amazonas, lançado em julho. 

 

Em agosto de 2021, o “Educação Empreendedora” – um dos 13 projetos prioritários do programa Educa + Amazonas –  foi implementado na rede estadual de ensino, com o objetivo de preparar os estudantes para a realidade e os desafios do mercado de trabalho. O projeto já alcançou cerca de 2 mil alunos, e é realizado em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas (Sebrae-AM) 

O curso teve início em setembro de 2021, passando pelos municípios de Manacapuru, Lábrea, Autazes, Parintins, Barcelos e Boca do Acre. Em janeiro de 2022, a primeira etapa do projeto será finalizada com os participantes de Manaus. 

Os estudantes participaram do curso “Viagem ao mundo do Empreendedorismo”, que conta com conteúdos voltados à criatividade e autonomia. O curso tem carga horária de 15 horas e as aulas são ministradas por profissionais do Sebrae em escolas da rede estadual. 

Com a finalização da primeira fase, 455 alunos serão selecionados para participarem da fase seguinte, com cursos avançados de empreendedorismo. As aulas começam em março de 2022 e seguem até agosto. Os melhores projetos de empreendedorismo apresentados ao fim do curso, serão premiados pelo Sebrae. 

A secretária estadual de Educação e Desporto, Kuka Chaves, vê no “Educação Empreendedora” uma forma de ampliar os horizontes dos estudantes.

“Este é um projeto importante para mostrar que os alunos podem criar, ter autonomia, serem protagonistas de suas histórias, bem como é preconizado pelo Novo Ensino Médio. Certamente sairão ótimas iniciativas, que mostrarão outras oportunidades aos alunos”, destaca a secretária. 

Educação Empreendedora – O Educação Empreendedora é um projeto desenhado para alunos do Ensino Médio, em alinhamento aos pressupostos do Novo Ensino Médio e da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), para que possam desenvolver habilidades e competências para pensar negócios e desenvolvê-los sob o prisma das ciências que norteiam as iniciativas empreendedoras. 

Além da leitura de mercado, os estudantes estarão preparados para identificar oportunidades e criar planos de negócios, que serão apresentados na Feira do Empreendedorismo Estudantil do Amazonas. Essa iniciativa cria um ambiente adequado ao desenvolvimento de startups e fomento de novos negócios.

 

Fotos: Douglas Henrique / Seduc-AM