Educação Escolar Indígena

Segundo dados da Fundação Nacional do Índio (Funai) vivem hoje no Brasil pouco mais de 380 mil indígenas, sendo que 31% dessa população se encontra no Amazonas. São, pelo menos, 120 mil índios de 72 etnias localizados nos 62 municípios do Estado e desde 1991, o serviço de educação para esses povos é responsabilidade do Ministério da Educação (MEC) e dos Estados Brasileiros.

Até 2005, a grande parte das escolas em todo o País não trabalhava com os princípios da educação escolar indígena específica e diferenciada. No Amazonas, a Secretaria de Educação do Estado (SEDUC) vem implementando esta política com sucesso. São mais de 50 mil alunos indígenas regularmente matriculados nas redes municipais e estaduais de ensino em todo o Amazonas que recebem um atendimento específico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Como meio de assegurar a permanência dessas populações na escola, o Governo do Estado põe em ação uma série de medidas, inclusive a formação específica de professores, por meio do projeto Pirayawara. Pelo projeto a SEDUC já formou e está dando continuidade ao processo de formação a mais de 700 professores de educação indígena para atuação em escolas, que em sua maioria ficam localizadas nas próprias aldeias indígenas.

A meta principal do projeto Pirayawara é garantir aos povos indígenas uma educação diferenciada, específica, intercultural, bilíngue, de qualidade e que responda aos anseios desses povos.

 

Informações:

Telefone: (92) 3613-6900 (Gerência de Educação Escolar Indígena/SEDUC)

Email de contato: alcilei.neto@seduc.net