Programa de Aceleração do Desenvolvimento da Educação do Amazonas (Padeam)

Criando o Programa de Aceleração do Desenvolvimento da Educação do Amazonas (Padeam) o Governo do Estado, via Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC), captou recursos internacionais objetivando a ampliação e melhoria do sistema público de educação do Estado.

Por meio do Padeam, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) investirá 273 milhões de dólares objetivando esta ampliação e otimização da rede pública estadual de educação. Além da operação de crédito internacional, somar-se-á aos investimentos do BID outros o incremento de US$ 121,826 milhões por parte do Governo do Amazonas.

Os recursos serão aplicados em ações que, no campo da engenharia, visam ampliar em, pelo menos, 33 mil novas vagas a capacidade de atendimento da rede pública estadual de educação do Amazonas e no campo pedagógico, favorecer a aceleração da aprendizagem por meio da expansão de programas como “Reforço escolar” e projeto “Avançar”. Os recursos também serão empregados na qualificação profissional da rede de ensino e de assistência técnica pedagógica a professores e escolas.

Escola estadual Santa Terezinha, de Manaus, alcançou o maior Ideb de Manaus

O Padeam possui quatro pilares de investimentos. O primeiro pilar é na área de infraestrura e prevê a construção de 12 Centros de Educação de Tempo Integral (Cetis) e a transformação (adaptação) de 20 escolas de estrutura comum para estrutura de educação em tempo integral. O mesmo pilar prevê também a ampliação do programa Ensino Mediado por Tecnologias/Centro de Mídias que levará a educação básica para três mil comunidades rurais do Amazonas.

O segundo pilar de investimento é pedagógico e nesta linha estão previstas a expansão do programa “Reforço Escolar” que hoje atende a dois mil estudantes com dificuldades de aprendizagem e passará a atender 80 mil. Também tem como foco a ampliação do projeto “Avançar” que, igualmente, passará a atender 80 mil alunos com defasagem idade-série.

Os outros dois pilares estratégicos de investimento objetivarão a qualificação de pessoas e no fortalecimento dos mecanismos de gestão e gerenciamento escolar.

BID passa a investir na Educação

Tradicional financiador de programas na área de infraestrutura no país e na América Latina com o Padeam o BID passa a investir em projetos na área de Educação.

Conforme o especialista líder em Educação do BID no Brasil, Marcelo Alfaro, a opção por investir no Amazonas não foi feita de forma aleatória. “No campo da Educação, somos conhecedores dos esforços empreendidos pelo Estado que estão resultando na melhoria gradativa dos indicadores regionais de qualidade (como o Ideb) e entendemos que o Amazonas é um case bastante interessante para se apoiar. Avaliamos também que a SEDUC é inovadora na forma de levar serviços para o interior do Estado via Centro de Mídias e, portanto, é detentora de um modelo interessante para ser compartilhado com outros países que compartilham dos mesmos desafios”, afirmou Marcelo Alfaro.

 

Maiores informações:

Telefone: (92) 3614-2297 (Coordenação Padeam)

E-mail de contato: petras.mauro@seduc.net